Blog do MX Cursos

Quanto Ganha um Hacker?

Quanto Ganha um Hacker?

Falar sobre o que gosto de fazer me dá um imenso prazer. Trabalhar naquilo que amo fazer, então, nem se fala. Existe um antigo provérbio chinês que carrega toda a essência do que quero dizer:

“Escolhe um trabalho de que gostes, e não terás que trabalhar nem um dia na tua vida. – Confúcio”

Me lembro muito bem a ansiedade por um emprego quando estava prestes a terminar a faculdade. Aquela sensação de descontinuidade, de mudança, que se transforma, ao mesmo tempo, em medo e esperança.

“Será que vou conseguir?” ou “Será que vou ficar desempregado” eram frases que não saiam da minha cabeça. Somado a isso, vem a dúvida se o emprego cairá no nosso agrado. São tantas emoções, já dizia o Roberto Carlos.

Felizmente hoje eu tenho meu trabalho e estou muito satisfeito :). Mas a verdade é que todos passamos por isso, mais cedo ou mais tarde.

Gosto de 3 coisas nessa vida. Estudar Hacking, ensinar Hacking e ganhar dinheiro – ninguém é de ferro. Alinhando os meus amores com a sua necessidade punjante, escrevo este artigo com o objetivo de discorrer rapidamente sobre formas de trabalho de um Hacker e sua remuneração.

Mas meu filho! Tanto que eu investi em você e tá me dizendo que quer ser Hacker?

Bem, antes de mais nada eu gostaria de deixar bem claro que, nos artigos que escrevo, sempre me refiro ao Hacking Ético.

Ser Hacker não é uma tarefa fácil… experimenta começar dizendo a sua mãe com o que vai querer trabalhar 🙂

O Hacker é o profissional que ataca seus alvos com o objetivo de identificar suas vulnerabilidades e, como consequência, melhorar suas defesas. Tudo isso tendo o consentimento do alvo.

Sei que algumas pessoas têm a ideia errônea sobre o termo Hacker, de que ele se refere àquelas pessoas que atacam sistemas sem autorização para roubar informações com o objetivo final de obter algum ganho financeiro. Não! Esses são os chamados Crackers. São criminosos. Falei um pouco sobre essa diferença em meu artigo “Vamos falar sobre Hacking?”.

Tudo bem que esses caras aí chegam a ficar milionários da noite para o dia, desviando grandes quantias em dinheiro de contas de bancos ou atividades criminosas afins. Mas não queremos isso. Queremos um trabalho legal, reconhecido pela sociedade como uma atividade digna.

Ser Hacker, na verdade, é uma profissão, assim como professor, médico, advogado, pintor etc. No mercado essa profissão é mais conhecida por Analista de Segurança. Mas em nosso meio é mais comum o termo Pentester, que é o que prefiro e o que utilizarei neste texto. Entenda-os como sinônimos.

Tenha em mente que essa é uma carreira que demanda muito estudo. A cada dia novas tecnologias surgem, sendo necessário estar sempre antenado e atualizado. Desconhecer uma tecnologia presente no alvo ao realizar um Pentest poderá levar todo o trabalho abaixo, e ainda deixar o alvo vulnerável.

Além disso, para dar um ar mais profissional, é interessante possuir algumas certificações (CEH, OSCP etc.). Embora alguns clientes exijam, elas nem sempre serão necessárias.

Leia também  Quem precisa de Access Point para quebrar uma rede Wi-Fi?

Sem suor, mas com trabalho

De que formas eu posso trabalhar como Pentester?

“Normalmente a gente trabalha sentado, no ar-condicionado, em frente ao computador usando ferram…” Esquece… Vejamos algumas possibilidades de como o Hacker pode atuar profissionalmente:

  • Pentester Interno: Nesse caso, você é contratado para trabalhar em uma empresa e deverá realizar testes de segurança no sistema desta.
  • Consultor: Aqui você trabalha prestando consultoria às empresas que prestam serviços de Pentesting. Não é um trabalho fixo, podendo ter que viajar para cada cliente atendido pela empresa a qual você está prestando a consultoria.
  • Empresa Própria: Para os que tem vocação para empreender esta mostra-se como um excelente opção. Claro que os desafios são maiores, considerando toda a burocracia de se ter uma empresa (contador, nota fiscal, impostor etc.), funcionários e suas certificações, base de clientes estável e crescente etc.

E se eu estiver a procura de uma vaguina para trabalhar, como faço para encontrar? Acesse o site www.infojobs.com.br e coloca o termo “Analista de Segurança” no campo de busca.

Tendo vencido ou não, tereis o galardão

Sem dúvidas essa é a parte que todo mundo quer saber. Quanto ganha, então, um profissional que atua como Pentester? A resposta, como todas as coisas que podem variar nesse mundo é: depende.

Se trabalhar por conta própria, por exemplo, ganhará por Pentests realizados, algo que pode ficar entre R$ 4.000,00 e R$ 15.000,00, variando em função da quantidade de horas demandadas para a realização do projeto, da sua experiência e da confiança que o mercado tem de você.

Para o caso de trabalhar para alguma empresa… bem, aí vai depender do quanto o patrão estiver disposto a pagar.

De toda forma, gostaria de deixar aqui registrado uma chamada para um Pentest que ví uma vez. O objetivo era realizar um Pentest em uma aplicação Web, tendo duração de 3 semanas com uma remuneração de R$ 12.000,00. Nada mal, hein?

Quanto ganha um Hacker?
Figura 1 – Postagem Trabalho Hacker e sua Remuneração

Uma coisa que gostaria de salientar é que não é sempre que o seu alvo apresentará vulnerabilidades. O dever do Pentester é encontrá-las, caso existam. Um Pentest concluído com sucesso não necessariamente é um Pentest em que se encontraram algumas vulnerabilidades.

Considerações Finais

Finalizo este artigo dizendo que o mercado de Pentesting está altamente aquecido. Por vários motivos.

Por um lado, tem surgido diversas ameaças digitais, o que tem deixado muitos sistemas críticos vulneráveis, com riscos palpáveis de as empresas perderem a sua base de clientes – o seu principal ativo. A cada dia, novos sistemas e novas tecnologias surgem e, junto deles, as suas vulnerabilidades.

Por outro lado, a procura pelo tema Hacking/Pentesting também tem crescido. Creio que em grande parte pela curiosidade, mas em alguns casos pelo real desejo de atuar na área de Segurança Ofensiva.

Temos mais necessidades, poucos profissionais. Ainda tem espaço pra mais uns.

Tem interesse em atuar na área? Visite a minha área de cursos de Hacking. Te vejo lá.

Victor André

Victor André

Bacharel e Mestre em Ciência da Computação, Victor A. P. Oliveira é professor do Instituto Federal na Paraíba (IFPB). Ama lecionar redes e gosta de tudo que envolve o GNU/Linux. Gosta muito de aprender e repassar aquilo que tem aprendido.

8 Compart.
Compartilhar5
Twittar3
+1
Compartilhar