Blog do MX Cursos

Quais são as principais diferenças entre o Blogspot e WordPress?

Quais são as principais diferenças entre o Blogspot e WordPress?

Criar um blog é o objetivo de muitas pessoas, e os motivos para isso podem variar: desde possuir um portfólio até compartilhar conhecimentos. No entanto, aqueles que querem construir um blog para fins profissionais questionam sobre qual é a melhor plataforma entre Blogspot e WordPress para hospedar sua página na internet.

Se você está diante dessa dúvida, você está lendo o post certo! Vamos esclarecer as principais diferenças entre essas plataformas para que possa fazer a melhor escolha. Acompanhe!

Plataformas Blogspot e WordPress: qual é a melhor?

Blogspot e WordPress

Seria injusto dizer categoricamente qual das plataformas é a melhor, isso porque ambas possuem ferramentas incríveis que auxiliam na confecção de uma página de qualidade na web. Além do mais, cada uma possui atributos e peculiaridades próprias que se adaptam ao objetivo do usuário.

O Blogspot, ou Blogger, tem um número expressivo de usuários e, devido à quantidade de páginas criadas na plataforma, criou-se um preconceito contra o Blogspot — muitos pensam que esse seria um serviço para amadores e não para profissionais. Porém, apesar das críticas ao Blogspot, encontramos páginas de êxito muito bem customizadas por profissionais.

O mesmo acontece com o WordPress — apesar de ser conhecido como plataforma de profissionais, existem vários blogs de usuários iniciantes. Mas, ainda assim, diversos profissionais e empresas criaram páginas de sucesso no WordPress.

Após conhecer esses fatos, se você estiver pensando em criar um blog, a pergunta que se deve fazer é: Qual das plataformas é a melhor para os meus objetivos? Para responder essa questão, apresentaremos as principais diferenças entre as plataformas bem como suas vantagens e desvantagens.

Quais são as vantagens do Blogspot?

Blogger

Nossos cursos indicados

Vejamos algumas das vantagens do sistema:

Gratuidade

Esse é um dos benefícios da plataforma, qualquer pessoa pode iniciar um blog sem pagar nada pela hospedagem dele. O sistema oferece um domínio gratuito e, se o usuário desejar adquirir um domínio próprio, é só pagar uma anuidade.

Templates

A plataforma oferece um número enorme de templates gratuitos pela internet, logo o usuário pode escolher a que mais lhe atrai. Para isso, basta fazer um download em sites como o Deluxe templates e, após isso, instalá-lo no blog.

Backup

Os backups são feitos pela plataforma, porém o sistema permite que o blogueiro faça cópias dos seus dados quando desejar, para assim manter suas informações seguras.

Integração com outras ferramentas

O sistema exibe um painel de controle, que permite a integração com o Google AdSense e Analitycs. Dessa forma, o usuário poderá criar uma conta em uma dessas ferramentas ou integrar o blog a uma já existente.

Fazendo isso, o blogueiro terá a opção de acompanhar os cliques diários e mensais e também analisar seus ganhos, além de outras estatísticas.

Widgets

O sistema permite adicionar vários tipos de widgets, que facilitam a vida do usuário e dos visitantes. Dentre eles, estão: compartilhamento em redes sócias, assinar newsletter, deixar comentários, últimas postagens, etc.

Quais são as desvantagens do Blogspot?

Como todo sistema, o Blogspot tem suas limitações. Vamos conhecer algumas delas:

Hospedagem com restrição

Embora seja possível inserir imagens e vídeos na plataforma, alguns tipos de arquivos — como o PDF — não podem ser hospedados.

Organização de artigos

O usuário não consegue organizar seus conteúdos por categoria, a não ser por meio das tags. Nesse caso, são as tags que classificam os tipos de conteúdo.

Leia também  Entendendo e utilizando as actions (ganchos) no WordPress

Tal limitação não facilita o visual do blog e, como consequência, deixa de oferecer uma boa experiência para o visitante.

Páginas estáticas

O Blogspot permite um número limitado de páginas estáticas — conteúdo que não possibilita interação com leitores. Alguns blogs voltados para certas áreas usam bastante esse tipo de página, logo, a plataforma não beneficia esses usuários.

Edição de comentários

Outra função que não existe no Blogspot é a edição de comentários. Sendo assim, caso sua página receba uma mensagem, você não poderá editá-la, aprová-la ou removê-la.

Otimização para motores de busca

Apesar de Blogspot ser propriedade da Google, o sistema não tem uma política eficiente de otimização para motores de busca. A começar pelas URLs das páginas, que não facilitam a transparência das mesmas perante os buscadores.

Quais são as vantagens do WordPress?

WordPress

Chegou o momento de analisarmos o WordPress e você perceberá que as vantagens da plataforma suprem as desvantagens do Blogspot. Confira!

Hospedagem sem restrição

Na plataforma é permitido hospedar qualquer tipo de arquivo — vídeos, imagens, leitura, etc. — de modo fácil e rápido.

Organização de arquivos

No WordPress, também existem as práticas tags para classificar o conteúdo. Porém, o usuário pode organizar seus posts por categoria de maneira fácil, sem utilizar as tags.

Páginas estáticas

O blogueiro que trabalha com páginas estáticas pode ficar tranquilo, pois no WordPress a produção de conteúdo nesse tipo de página é ilimitada.

Edição de comentários

A plataforma WordPress autoriza que o usuário edite, aprove ou remova um comentário. Essa função é necessária quando um leitor posta uma mensagem ofensiva.

Plugins

A variedade de plugins é grande e, com facilidade, você pode adicioná-los na página e editá-los. Além disso, possuem muitos recursos à sua disposição.

Otimização para motores de busca

O sistema conta com as melhoras técnicas de SEO — Search Engine Optimization, ou Otimização para Motores de Busca. As URLs são claras e limpas, o que facilita muito o ranqueamento pelos buscadores. Caso queira, o usuário pode utilizar outros recursos de SEO.

Quais são as desvantagens do WordPress?

Vamos falar dos pontos fracos da plataforma que, embora não sejam muitos, podem complicar a vida do blogueiro.

Instalação

É fato que um usuário que não possui um conhecimento mais técnico terá dificuldades na criação e instalação do blog. Apesar da plataforma possuir um manual que explica como fazer uma página, talvez seja necessária a ajuda de alguém que conheça o sistema.

Anúncios na página

O sistema permite a exibição de anúncios na página dos blogs. Quanto ao usuário que usa o plano gratuito, ele não pode fazer outra coisa além de permitir a exibição das propagandas.

Código fonte

No WordPress, não é possível personalizar o código PHP do seu blog. Porém, a plataforma permite a compra de uma atualização de edição CSS.

Importação de arquivos XML e CSV

A não ser que se pague por um plugin chamado WP All Import, o usuário não conseguirá importar e exportar dados nos Formatos XML e CSV. Sendo assim, o blogueiro que possui um plano gratuito não pode oferecer para o visitante uma assinatura RSS.

Resumindo, as duas plataformas atendem às necessidades dos blogueiros em todo o mundo. Porém, o que mais vai pesar na hora da decisão é qual delas se adéqua aos seus objetivos.

O nosso artigo ajudou você a entender as principais diferenças entre o Blogspot e WordPress? Para continuar bem informado, confira também este post e saiba como o WordPress pode pode ajudar sua empresa!

QUER POTENCIALIZAR SUAS HABILIDADES EM SOFTWARES E SEGMENTOS DO PRESENTE E DO FUTURO?

CURSOS ONLINE