Blog do MX Cursos

Por que escolhi Python?

Por que escolhi Python?

A primeira linguagem de programação que tive contato foi a linguagem C no primeiro semestre do curso de Ciência da Computação. C é uma linguagem muito boa, é muito rápida (é uma linguagem de médio nível) e eu a utilizo até hoje (tanto C quanto C++).

Eu elaborei cursos sobre C e C++, ambos os cursos podem ser encontrados na minha página no MX Cursos. Implementei vários algoritmos e estruturas de dados com a linguagem C, depois fiz outros programas com interface gráfica e continuo utilizando até hoje.

Gosto de C porque C é uma linguagem absurdamente rápida. Obviamente que a linguagem também não é nenhuma bala de prata: digamos que você tenha um grande conjunto de dados para ordenar e utiliza o Bubble Sort (algoritmo de complexidade quadrática) para tal ordenação, fica complicado não é mesmo?

Um simples Hello World um tanto complicado…

Depois utilizei Java por um tempo e não gostei porque acho uma linguagem muito verbosa. Você precisa escrever bastante código para resolver um problema em Java. Para um simples “Hello World” você precisa criar uma classe, ou seja, é uma linguagem que força você a utilizar o paradigma orientado a objetos.

E já que falamos de orientação a objetos, segue um frase de Edsger Dijkstra (autor do algoritmo de caminhos mínimos que leva o nome dele) para descontrair um pouco: “Programação orientada a objetos é uma péssima ideia, que só poderia ter nascido na Califórnia.”

Orientação a objetos é um dos paradigmas que você pode utilizar para resolver problemas, mas imagine um iniciante em programação tendo que criar uma classe para um simples “Hello World” sem nunca ter visto orientação a objetos na vida, pode ser um tanto traumático não é mesmo?

Depois de Java eu conheci Python e aí foi amor a primeira vista. No tempo comecei com Python 2.7 e depois comecei a utilizar também o Python 3. Eu já tinha ouvido falar de Python no livro Conceitos de Linguagens de Programação do autor Sebesta. Trata-se de um excelente livro onde ele faz um paralelo entre várias linguagens de programação, dar uma visão geral das características de algumas linguagens, recomendo fortemente a leitura desse livro.

Lembre-se: não existe a melhor linguagem de programação, não existe o melhor algoritmo e não existe a melhor estrutura de dados. Se alguém lhe perguntar qual a melhor tecnologia basta dar a resposta de engenheiro: depende.

Leia também  6 vantagens em contratar um programador freelancer

Nossos cursos indicados

Python: uma linguagem simples e produtiva

E por que eu gostei tanto de Python? Python é uma linguagem muito simples de tal forma que permite a você se concentrar mais no problema do que ficar batendo cabeça com a linguagem em si.

Python é uma linguagem não verbosa, é multi-paradigma (ninguém vai lhe obrigar a escrever uma classe para um simples “Hello World”), você pode utilizar Python para resolver problemas das mais diversas áreas (jogos, web, machine learning, data science, bioinformática e outras), vem com bastante coisa no ponto para você utilizar (baterias inclusas), possui uma série de bibliotecas externas que lhe permitem fazer vários tipos de aplicações e o melhor: possui uma comunidade incrível!

Por ter uma comunidade tão receptível, foi muito natural a minha participação em eventos da linguagem Python. Primeiramente participei de eventos regionais na minha cidade e em 2015 palestrei na Python Brasil (maior conferência brasileira da comunidade Python).

E como eu aprendi Python? Utilizando Python para as mais diversas aplicações. Utilizei para Bioinformática (utilizei bastante Biopython), também utilizei para Web (frameworks Django, Web2py, Bottle, Flask), jogos (Pygame), computação científica (Numpy, pandas), machine learning (Pybrain, scikit-learn) etc.

Python é uma linguagem muito produtiva, possui uma curva de aprendizado muito interessante que te permite, através de uma sintaxe simples, escrever as mais diversas aplicações mesmo você não sendo um expert na linguagem.

Eu elaborei alguns treinamentos para o MX Cursos de Python e outros estão em produção. Elaborei Python – Treinamento Fundamental, Python Intermediário e Programando Interface Gráfica com Python e Tkinter.

Pode ser que na data que você esteja lendo esse post já tenham outros treinamentos de Python que eu produzi, então basta acessar a minha página no MX Cursos para ver todos os cursos: mxcursos.com/marcos-castro.

Um grande abraço!

O MX Cursos já está na Black Friday.