Blog do MX Cursos

Manual de Identidade Visual e a sua importância

Manual de Identidade Visual e a sua importância

Muitos profissionais, até mesmo da área de marketing e design, confundem o conceito do Manual de Identidade Visual. Ele é mais do que um guia para nós, designers. sabermos como aplicar o logotipo em peças publicitárias.

O manual traz todas as diretivas que definem a imagem da organização, desde o logo, até uniformes, fachadas, uso On e Off.

O manual pode tomar forma de um arquivo em PDF, de um livro ou mesmo de uma simples folha de papel (ou todas!) — Essa escolha vai depender do tamanho da empresa e das variações das suas representações visuais.

Mas não importa qual sua opção, possuir um Manual de Identidade Visual é fundamental, e eu vou te explicar o porquê: o fundamental é que todas as representações visuais da empresa/cliente tenham um padrão, que represente conceitos que vão além das cores e formatos a serem utilizados, incluindo a missão, os valores, a visão e características que definem a personalidade da marca.

Qual a importância do Manual de Identidade Visual?

  • Construir a reputação da empresa/cliente, agregando valor aos seus produtos ou serviços;
  • Facilitar o reconhecimento pelo público e gerar identificação com a marca;
  • Otimizar as comunicações da empresa para garantir melhores resultados;
  • Permitir o bom uso da marca em todas as peças sejam estas ON (peças digitais) ou OFF (impressos).

O MIV deve exprimir a personalidade da marca. Para sua construção, é importante que ele tenha os principais itens:

  • Introdução e contexto: falando um pouco da empresa-cliente, quem é seu público-alvo, qual o diferencial competitivo e posicionamento no mercado;
  • Logotipo: peça chave do seu manual. Justifique a escolha de todos os elementos da logo: cores, formas e símbolos. Indique a distância mínima entre outros elementos e o logotipo, determinando também o tamanho mínimo e o máximo em que ele pode ser impresso. Por fim, informe os tipos de fundo que podem ser

Ter uma Identidade Visual com um bom logotipo e saber aplicá-la, vai ajudar a sua marca a atingir seu público-alvo com facilidade e eficiência, e ainda reforçar a visibilidade desta marca.

  • Paleta de cores: para indicar as cores principais e institucionais da empresa e justificar a escolha delas. É recomendável acrescentar paletas secundárias também, para ajudar a compor a identidade visual, lembrando de indicar o Pantone, o CMYK e o RGB de todas elas;
  • Tipografia: tipos de letras que devem ser utilizadas. Algumas empresas criam a sua tipografia própria, mas você pode utilizar alguma já existente. Escolha a tipografia principal e mais duas ou três secundárias para textos e suas variações.
  • Limitações e Proibições: dimensões mínimas e máximas de reprodução da marca e a forma como ela não deve ser utilizada.
  • Aplicações: tem o objetivo de orientar como utilizar a marca na hora de produzir materiais impressos como cartões de visita, envelopes, folha timbrada, fachadas, adesivação de frotas, uniformes entre tantos.

Independente de ser um manual extenso ou um manual mais compacto, ambos possuem extrema importância na hora de reproduzir peças gráficas e aplicações correta do logo.

Nossos cursos indicados

E você? Tem alguma dúvida na hora de executar algum projeto de Identidade Visual e construção do MIV? Deixe seu comentário sobre o assunto!

Um abraço 🙂

O MX Cursos já está na Black Friday.