Blog do MX Cursos

Por que investir em LinkedIn Ads?

Por que investir em LinkedIn Ads?
Por que investir em LinkedIn Ads?
5 (100%) 1 voto[s]

Se você deseja saber os motivos pelos quais você deve investir em LinkedIn Ads, você está no lugar certo! Apesar de o LinkedIn ser claramente uma ferramenta de negócios, muitas empresas ainda utilizam esta rede social apenas como mais um veículo social, focando apenas em aumentar seus contatos profissionais e descobrir novos conteúdos para o seu nicho de atuação.

Entretanto, a plataforma conta com diversos recursos publicitários capazes de alcançar os seus mais de 500 milhões de usuários. Logo, anunciar por lá deve fazer parte da estratégia de publicidade da sua empresa.

Além disso, pesquisas recentes indicam que o LinkedIn Ads tem se mostrado muito mais efetivo do que o Facebook para a geração de leads. Quer saber o motivo? Então confira a lista a seguir!

1. Não seja mais do mesmo. Faça a diferença!

Apesar de grande parte de as empresas já possuir um perfil no LinkedIn, atualmente a maioria ainda anuncia por meio do Facebook e do Google Ads. Assim, ao fazer anúncios pelo LinkedIn, talvez o seu negócio estará diante de um território não tão explorado pela sua concorrência.

Ademais, como sabemos, com o avanço da internet há, atualmente, uma infinidade de sites, blogs, materiais e informações para todos os lados.

Logo, a competitividade é cada vez maior, assim como a dificuldade para engajar seu público, já que ele tem acesso a milhares de opções de produtos, serviços e conteúdos a apenas um clique de distância.

Portanto, utilizar meios que não estejam tão saturados pode fazer toda a diferença no seu planejamento estratégico, principalmente por significar menos concorrência. 

Dica: Se você quiser alavancar seus negócios no LinkedIn, conheça nosso curso de LinkedIn Ads.

CURSOS GRÁTIS DE MARKETING: Curso de Marketing Digital 100% Gratuito e em Vídeo Aulas. Inicie seus estudos agora mesmo e desenvolva suas habilidades neste poderoso segmento do mercado digital. Acesse aqui e inicie seu curso gratuitamente. Início imediato e online.

2. Público segmentado

Por se tratar de uma rede focada em networking, os perfis e company pages cadastrados oferecem uma série de informações pessoais e profissionais.

Investir no LinkedIn - Público segmentado

Logo, o LinkedIn acaba sendo bem mais efetivo para gerar leads qualificados do que o Facebook, por exemplo, que somente pede dados mais genéricos dos seus usuários, como gênero, idade, local que reside e etc.

Assim sendo, na hora de buscar por clientes em potencial dentro desta rede, você pode optar por critérios mais específicos, como área de atuação, profissão, nível hierárquico e muito mais.

Ademais, segundo pesquisas recentes, a possibilidade das pessoas colocarem informações inverídicas no LinkedIn, ou deixarem algum capo em branco, é infinitamente menor do que em relação a outras redes.

E para ser melhor ainda, segundo a própria rede, a cada 5 usuários, 4 são responsáveis pela tomada de decisão dentro de suas respectivas áreas de atuação.

3. O melhor lugar para fazer negócios

Como se não bastasse ser a rede social que consegue a maior segmentação e que concentra os usuários que tomam as decisões dentro das empresas, o LinkedIn é o lugar que todos entram pensando exclusivamente em negócios.

Por ser direcionado aos interesses profissionais, nesta rede as pessoas estão focadas em networking. Assim, enquanto no Facebook ou no Instagram, por exemplo, as pessoas buscam por entretenimento e querem se conectar com seus amigos e familiares, no LinkedIn o objetivo é encontrar conteúdos relevantes para o seu ramo de atuação, ampliar sua rede de contatos e encontrar oportunidade profissionais.

Sem contar que nas redes de entretenimento está cada vez mais difícil se destacar no meio de tantas fotos, posts e vídeos de amigos e parentes, certo? Pois bem, no LinkedIn, esse tipo de concorrência não existe.

Afinal, os usuários da rede de negócio interagem com conteúdos formativos e voltados para gerar discussões produtivas sobre o mercado de trabalho. Logo, o alcance e o engajamento da sua empresa tende a ser muito maior, mas claro, desde que haja qualidade.

4. O momento certo para fazer negócios

Falando em usuários mais segmentados e receptivos às empresas, automaticamente temos outra vantagem no LinkedIn: ele proporciona ótimos momentos para fechar negócios.

Afinal, se por aqui os indivíduos interagem mais, estarão mais propensos a baixarem os materiais que você cria, acessarem seu site e a assistirem aos vídeos que sua empresa compartilha.

Assim, por meio do LinkedIn, é possível abordar a sua persona no momento ideal para convertê-la em cliente, pois a rede é extremamente propícia a interações no Fundo do Funil de compra. Inclusive, sua equipe de vendas terá grandes oportunidades nessa rede.

O momento certo para fazer negócios

Afinal, por aqui, os leads estão a um passo de se tornarem clientes, de fato, pois já acompanham as empresas e são frequentemente impactados por conteúdos relevantes e segmentados sobre produtos e serviços.

Ademais, vale ressaltar que, segundo a própria rede, o foco dos anúncios para LinkedIn está na conversão em vendas. Então, pense nos conteúdos próprios para esse momento: avaliações grátis, promoções, testes gratuitos, bate-papo com vendedores, isto é, foco total nas vendas!

Ainda pensando no melhor momento, o LinkedIn permite que você foque nos horários de maior tráfego da rede social, diferente do Facebook que deixa seu anúncios rodando por um determinado número de dias, sem interrupções. Bacana, né?

5. Variedade de anúncios

Não, você não leu errado… Com o LinkedIn, você consegue atingir o público certo, no lugar perfeito, no momento ideal e por meio de uma variedade significativa de tipos de anúncios.

Assim, de acordo com os objetivos e as estratégias do seu negócio você terá a possibilidade de criar e gerenciar diversas campanhas nos mais variados formatos. E por falar neles, um dos tipos mais populares é o Sponsored Content (Conteúdo Patrocinado), que é parecido com a opção ‘impulsionar’ do Facebook.

Tal qual a rede de Zuckerberg, os posts patrocinados aparecerão no feed dos usuários em meio às publicações orgânicas, mas de maneira sutil e não intrusiva como muitas publicidades na atualidade.

Além desse formato, há também o Text Ads, um anúncio em formato de texto, que consiste numa mensagem curta localizada na parte superior da página. Este formato costuma ser mais barato e tem uma taxa de conversão alta por ser, comumente, a primeira coisa que o usuário verá.

A dica para usar esse tipo de anúncio é criar um call to action persuasivo, capaz de estimular os usuários a clicarem para serem direcionados à sua landing page, por exemplo.

Outro tipo bastante utilizado é o Sponsored InMail, no qual você tem acesso a uma espécie de inbox como o do Facebook, mas com a possibilidade de enviar somente para as pessoas que interessam para a sua marca.

O bacana nessa opção é que o LinkedIn só entrega a sua mensagem no momento em que a pessoa está conectada na rede, o que faz com que seja muito mais fácil que o seu conteúdo seja visto. Interessante, né?

Pois bem, agora se você quiser unir todo o poder das palavras com o das imagens, existe o Display Ads. Por meio deste formato, seu negócio aparecerá em destaque na barra lateral da sua rede de contatos.

6. A melhor escolha de orçamento

Assim como o Facebook e o Google Ads, a plataforma de anúncios do LinkedIn permite que você escolha entre dois tipos de investimentos: O Custo por Mil Impressões, também conhecido como CPM, e o Custo por Clique, o famoso CPC.

A melhor escolha de orçamento

Pois bem, no geral, o CPC costuma ser mais barato, porque no LinkedIn você já conta com alta segmentação. No entanto, somente depois de alguns testes é que eu recomendo definir o seu tipo de investimento.

Num primeiro momento, então, você não deve investir altas quantias nos anúncios. Assim, foque no valor mínimo permitido e vá sentindo a receptividade da sua audiência. Lembrando que, mais do que patrocinar um post, para atrair o seu público e convertê-lo em cliente, você precisa se dedicar à produção de conteúdos de qualidade, ok?

7. Excelente mensuração

Assim como o LinkedIn oferece ótimas opções para anunciar, a plataforma também é extremamente rica quando o assunto são métricas de desempenho. Dessa forma, a maior rede social corporativa do planeta disponibiliza diversas métricas interessantes e acaba fazendo com que a sua análise se torne mais precisa do que em outras redes sociais, principalmente em virtude de sua alta capacidade de segmentação.

Afinal, o que interessa mesmo são os anúncios que mais levam às conversões, não é mesmo? Pois bem, no LinkedIn será fácil identificar isso com muito mais exatidão, de maneira que você fique mais seguro para investir e fazer o seu negócio crescer.

Muito bem, depois desta lista superconvincente, tenho certeza de que você já está pronto para criar a sua conta no LinkedIn e anunciar por lá, certo? Antes, porém, que tal aprender tudo sobre a maior rede de networking no nosso mais novo curso de LinkedIn Ads?

Também temos diversos outros cursos de Marketing Digital para você conferir.

Bons estudos!

Jessica Schinaider

Jessica Schinaider

Literata por formação e Publicitária por vocação, trabalho com Marketing Digital há mais de 5 anos na Região Serrana - RJ, atuando como Revisora, Gerente de Conteúdo e Social Media. Atualmente, também é professora de Marketing Digital do MX Cursos.

Clube de Cursos

Conheça nosso Clube de Cursos e potencialize suas habilidades em Produção e Edição de Vídeos, Design, Marketing Digital, Programaço, WordPress, 3D e Modelagem, Motion Graphics e muito mais!

CONHEÇA O CLUBE

Your Header Sidebar area is currently empty. Hurry up and add some widgets.