Blog do MX Cursos

Facebook Ads – 10 dicas para obter ótimos resultados

Facebook Ads – 10 dicas para obter ótimos resultados
Facebook Ads – 10 dicas para obter ótimos resultados
5 (100%) 1 voto[s]

Se você pretende obter ótimos resultados com o Facebook Ads, você está no lugar certo!

O Facebook é a maior plataforma social do mundo. Segundo dados da empresa, 2 bilhões de pessoas usam a plataforma mensalmente.

Um de cada cinco minutos gastos pelos americanos em dispositivos móveis, se passam no Facebook ou no Instagram, e todos os dias, 500 milhões de usuários do Instagram usam o aplicativo.

Todo usuário ao criar uma conta no Facebook, precisa preencher informações como idade, localização, gênero, atuação profissional, gostos pessoais, entre outros. E isso permite ao Facebook compreender e segmentar todo público que acessa a rede, sabendo exatamente o potencial de interesse de todo seu público.

O Facebook possui ainda um algorítmo incrível e amplo, que permite atingir públicos segmentados de acordo com suas atividades cotidianas.

Todos os dias, usuários interagem com a plataforma, curtindo páginas, comentando posts, compartilhando diversos conteúdos, clicando em anúncios e interagindo com diversas pessoas e fanpages.

Isso também permite ao Facebook rastrear todo interesse potencial destes usuários, ainda que eles não tenham preenchido todas as informações de sua conta.

E esse algorítmo é um aliado amplo para um tipo e usuário: Aquele que deseja alcançar públicos assertivos com a finalidade de vender um produto, serviço, promover suas fanpages, seus sites, gerar engajamentos, branding ou até mesmo exibir seus vídeos.

Dica do redator: Quer se especializar ou potencializar suas habilidades em Inbound Marketing, Facebook e LinkedIn Ads, Google Ads, Marketing de Conteúdo, WhatsApp Business, Instagram Marketing, entre outros? Conheça todos nossos Cursos Online de Marketing Digital em Vídeo Aulas.

E para isso, o Facebook criou sua ferramenta especial: O Facebook Advertising, ou conhecido Facebook ADS.

Esta poderosa ferramenta de anúncios permite pessoas anunciarem o que desejarem na plataforma, mas claro, desde que esteja dentro das premissas básicas do Facebook ADS.

É possível ainda que empresas de todos os tamanhos obtenham resultados incríveis e positivos, ainda que estejam concorrendo com gigantes de seus respectivos nichos.

Isso é possível por conta da forma com que o Facebook organiza a prioridade de exibição de anúncios através de leilões e lances.

Ficou confuso? Não se preocupe, falarei amplamente sobre isso mais pra frente.

Geralmente, todos os anúncios criados com Facebook ADS geram resultados, ainda que não atinjam suas finalidades e objetivos.

Atuando na otimização e melhoria do desempenho dos seus anúncios, é possível potencializar seus resultados, trazendo maiores conversões de objetivos, e claro: Lucro! Muito lucro.

Este ebook tem a finalidade de te guiar com os conceitos básicos essenciais para criar seus primeiros anúncios no Facebook ADS.

1. Pise no freio  e configure limites para seus gastos no Facebook Ads

É comum usuários se empolgarem quando começam a trabalhar com o Facebook ADS, porém é muito importante pisar no freio.  Uma das várias formas de manter seus investimentos controlados é configurar limite de orçamento da conta. Isso faz com que as campanhas respeitem este limite e ainda que algo saia do controle, você não vai gastar mais do que deseja.

Para configurar o limite da sua conta, acesse o item “cobrança” no menu do seu gerenciador de anúncios e em seguida, ao lado direito superior, clique em “Configurações de pagamento”.

Facebook Ads - Pise no freio  e configure limites para seus gastos

É possível também configurar limites para cada campanha criada, e desta forma aumentar ainda mais o controle de seus investimentos.

Para isso, basta editar uma de suas campanhas existentes e configurar o limite da campanha.

Detalhes da campanha

2. Inicie com lances manuais

Continuando com a pegada de iniciar devagar, embora você possa trabalhar com lances automáticos, inicie com lances manuais e vá aumentando gradativamente.

Inicie com lances manuais

Para que você entenda isso, é importante compreender como tudo isso funciona. O Facebook ADS trabalha com leilões e lances. Assim como você, outras pessoas e empresas também anunciam no Facebook e muitos deles querem atingir o mesmo público que você.

Toda vez que um anúncio é veiculado, o Facebook leva em consideração alguns fatores para decidir qual anúncio terá prioridade e será mais exibido para seu público alvo.

E esses fatores são:

  1. Pontuação de relevância
  2. Valor do lance
  3. Eventos de otimização

A pontuação de relevância é uma métrica que o Facebook usa para definir se um anúncio é relevante ou não.

Sempre que seu anúncio possui uma interação positiva, como curtida ou coração, por exemplo, sua pontuação de relevância aumenta. Porém, caso o anúncio receba interações negativas, como “Angry”,  ou caso muitas pessoas cliquem na opção “Não desejo ver este anúncio”, sua pontuação de relevância diminui.

E desta forma, quanto maior for a pontuação de relevância de seu anúncio, maior é a probabilidade dele ter prioridade na exibição ao seu público.

Para saber a pontuação de relevância de seu anúncio, acesse a listagem de seus anúncios (Esta métrica só pode ser visto em listagens de anúncios).

Pontuação de relevância

Outro fator que pode diminuir a pontuação de relevância do seu anúncio é falha na segmentação do seu público, pois exibir anúncios para as pessoas erradas fará com que ele seja impresso para os usuários, mas não obtenha interações e interesse dos usuários.

Já o valor do lance é o quanto você está disposto a pagar por uma ação, que podem ser cliques, conversões, visualização de vídeos, aquisições, entre outros.

Se o valor do lance fosse o único critérios para que o Facebook determinasse um vencedor do leilão, os grandes varejistas monopolizariam toda rede social por conta de seus poderes aquisitivos.

Desta forma, é simples compreender que o Facebook ADS é uma plataforma democrática que permite que pequenos negócios concorra de igual para igual com grandes players do mercado.

E por fim, o evento de otimização é um recurso que permite que você otimize seus anúncios para que  Facebook possa exibir seus anúncios para pessoas com maior probabilidade matemática de executarem o objetivo que você determina.

Conversões no Facebook Ads

Vencer esta disputa que é o leilão, além de garantir maior entregabilidade de seus anúncios, lhe trará custos menores por ação.

Criar anúncios claros, com textos persuasivos, com títulos atraentes, com boas imagens, atingindo o público certo e com um lance generoso fará com que a sua probabilidade de vencer o leilão seja bem maior.

E além disso, é importante alertar que essa dinâmica do leilão ocorre a todo momento, já que assim como você, seus concorrentes estão ajustando também os valores de lance, usam lances automáticos e criam anúncios com boa pontuação de relevância.

Desta forma, caso você opte por trabalhar com lance manual é importante que você acompanhe seu anúncio várias vezes ao dia e fique ligado nos custos por resultados e no alcance do mesmo e vá subindo o lance gradativamente.

3. Trabalhe com orçamento diário

Ao criar um conjunto de anúncios, você pode definir o tipo de orçamento, que pode ser Vitalício ou Diário.

Trabalhe com orçamento diário

Ao trabalhar com orçamento vitalício, o Facebook irá respeitar seu orçamento configurado, irá respeitar o orçamento da sua campanha e claro, irá respeitam também o orçamento de sua conta.

Porém, ele irá balancear os gastos com seus anúncios com bastante variação. Ou seja, se você configurar um orçamento vitalício para um conjunto de anúncios que irá durar 10 dias com um valor de 500 reais, ele irá consumir este valor durante os 10 dias, mas a cada dia, o consumo irá variar. Pode ser que em um dia, você gaste 50 reais, no segundo dia, gaste 100 reais, no terceiro gaste 10 reais e por aí vai, mas no final do período programado você não ultrapassará o valor de 500 reais.

Já o orçamento vitalício, possibilita que você tenha um gasto fixo diário estipulado por você. Deste modo, o Facebook irá balancear aquele orçamento diário durante o dia e o consumo será mais controlado.

Dando o mesmo exemplo, você poderá configurar um orçamento de 50 reais diário. Desta forma, o Facebook não gastará mais do que isso por dia, mas nos 10 dias irá consumir também os 500 reais que você deseja.

A diferença é que com o orçamento diário permite que seus anúncios sejam exibidos continuamente e a entrega desses anúncios prioriza a qualidade desta entrega e não apenas o volume e isso faz toda a diferença para a assertividade de suas campanhas.

4. Tenha paciência

Um erro bem comum quando você anuncia no Facebook ADS é querer esperar resultados imediatos. E já adianto: Isso não vai acontecer. Entenda que ninguém entra no Facebook para comprar algo. Ao expor um produto ou serviço para algum usuário na rede social, o tempo em que ele vê ou interage com seu anúncio até o momento que ele efetivamente compra seu produto ou seu serviço tende a não ser imediato.

Além disso o Algoritmo do Facebook precisa de um tempo razoável para compreender o comportamento dos usuários que interagem com seus anúncios e assim otimizá-los para melhor desempenho.

Deste modo, é importante que você dê um tempo antes de decidir em paralisar uma campanha, aumentar o orçamento, ou efetuar ajustes nos anúncios.

7 dias é um prazo razoável para que você opte por tomar tal decisão.

5. Analise desempenho de posicionamentos

Existem alguns locais em que seus anúncios no Facebook são veiculados. Esses locais chamam-se “Posicionamentos”. Você pode veicular seus anúncios nos feeds do facebook, na coluna da direita, nos feeds ou histórias do instagram, entre outros locais.

Analise desempenho de posicionamentos

Contudo, atente-se para as particularidades de cada posicionamento, pois pode ser que seu anúncio não se enquadre para todos os posicionamentos e neste caso você terá que adequa-lo para que ele possa ser veiculado em todos os posicionamentos ou você terá que criar conjuntos específico para cada posicionamento.

Análise de desempenho

Ao criar um anúncio, é possível, por exemplo, extrair dados sobre o desempenho do seu anúncio em todos os posicionamentos. Isso faz com que você possa, por exemplo, remover posicionamentos que não esteja rendendo o desempenho e resultados esperados.

6. Crie públicos personalizados

Um dos recursos incríveis do Facebook ADS é a possibilidade de criar públicos personalizados, ou conhecido também como Custom Audience.

É possível, por exemplo, criar um público no Facebook a partir de uma lista de e-mails. Desta forma, o Facebook irá analisar quais daqueles e-mails possuem contas criadas na rede social e ao veicular um anúncio para este público, você poderá impactar seus clientes já fidelizados.

Crie públicos personalizados

Outro recurso que o Facebook ADS permite é criar um público de pessoas que interagiram com sua fanpage.

Foque no segmentação

Se você possui uma plataforma de e-commerce, um erp (Enterprise Resource Plane), um CRM (Custom Relashionship Manager), uma conta em uma plataforma de e-mail marketing, um sofwtare de vendas ou quaisquer sistema em que te permita extrair e-mails de seus leads ou clientes, talvez você não saiba, mas está com uma grande oportunidade de gerar resultados com Facebook ADS.

Veicular anúncios para usuários que tem ou já tiveram algum relacionamento com seu negócio tende a trazer resultados incríveis. Isso ocorre pelo fato do usuário já conhecer sua marca, o que torna o processo mais eficaz.

Porém, ao invés de criar um público com toda sua base, teste criar públicos segmentados, ou seja, se em seu sistema você consegue extrair uma lista com os melhores compradores, clientes mais adimplentes, ou até mesmo compradores de determinados produtos ou categorias, você pode criar um público a partir desta lista e exibir anúncios de produtos ou serviços para pessoas que de fato se interessam por eles.

7. Faça retargeting

O Retargeting do Facebook é um recurso que permite re-impactar pessoas que tiveram interação com seu site.

Faça retargeting

Certamente você já passou por isso. Você acessa um produto, visualiza ele e não compra. A partir daí, ele passa a perseguir você, seja dentro do Facebook ou em outros sites. Isso é Remarketing.

Mas para isso, antes é necessário instalar no seu site um script. Trata-se do pixel de Conversão do Facebook.

Com este pixel instalado em seu site, você poderá por exemplo, criar anúncios e exibir para pessoas que acessaram seu site, inseriram produtos no carrinho de compras, mas não compraram o produto.

Outra possibilidade é re-impactar pessoas que acessaram sua landing page, mas não baixaram um ebook.

8. Faça testes A/B

Os testes A/B são fundamentais para que você possa testar o desempenho de anúncios. Desta forma, você pode por exemplo criar 2 anúncios, mas com artes e textos distintos, mas veiculando-os para os mesmos públicos.

Agora, sempre que você for criar uma nova campanha, será possível criar um teste A/B.

Faça testes A/B

Mas os testes A/B podem ainda ser utilizados para analisar desempenho de públicos. Como por exemplo exibir o mesmo anúncio para públicos distintos, mas usando o mesmo orçamento.

Outra dica é fazer teste A/B optando por anúncios com lances dinâmicos e lances manuais ou optando por pagar por CPC ou CPM.

9. Use anúncios em carrossel

Os anúncios em carrosséis obtém bons resultados. É possível criar anúncios de carrosseis de imagens ou vídeos.

Use anúncios em carrossel

Uma das vantagens é que desta forma, você pode, por exemplo, criar um único anúncio, mas que contenha diversos produtos em um lugar só.

Se você possui um e-commerce por exemplo, poderá assim criar um anúncio em que exiba diversos produtos ou até mesmo categoria de produtos. Este recurso também permite vídeos. É sem dúvidas uma ótima opção para divulgar vários produtos ou serviços em um único anúncio.

10. Rastreie as URL’s com Google Analytics

É muito importante e indispensável que você utilize um recurso do Google Analytics para rastrear os acessos provenientes de anúncios no Facebook. O Google Analytics é uma ferramenta do Google que permite mensurar a audiência do seu site, como número de visitantes únicos, seus dispositivos, horários de acesso, sistema operacional entre diversos outros itens.

Para acessar o criador de URL Tracking, acesse este link: https://ga-dev-tools.appspot.com/campaign-url-builder/

Rastreie as URL's com Google Analytics

O Google Analytics URL Builder permite que você insira um parâmetro na URL que você configura em seus anúncios e com isso, sempre que um usuário clicar em um anúncio, seu acesso será contabilizado no Analytics.

Com este recurso é possível por exemplo saber, por exemplo, qual anúncio obtém melhores resultados.

Google URL Builder

Mas certamente, você deve estar em dúvidas, pois como o Facebook ADS possui um sistema de relatórios, qual motivo de analisar a audiência através do Analytics do Google?

A resposta é bem simples: O Facebook consegue analisar dados relativos aos anúncios e até mesmo de acessos ao seu site através do Pixel de conversão. Porém, o Analytics possui diversos outros recursos de análise que possibilitam você cruzar dados e ter maiores informações a respeito da efetividade dos anúncios desde quando o usuário clica nele até ele sair da sua página.

Caso você tenha por exemplo um recurso do Analytics de Comércio Eletrônico configurado, poderá saber por exemplo quais caminhos um usuário vindo de um clique no anúncio no facebook percorreu até efetivamente comprar seu produto.

Embora o Pixel do Facebook consiga rastrear essa audiência e te oferecer dados analíticos, é impossível, por exemplo, compreender todo caminho que ele percorreu até comprar seu produto ou baixar um ebook, por exemplo.

Desta forma, o Analytics é um complemento indispensável aos relatórios do Facebook ADS e lhe oferece um maior número de dados para sua análise.

Bônus – Não tende vender para quem não conhece sua marca

Uma das estratégias certeiras ao criar um anúncio no Facebook ADS é aliá-lo a uma estratégia de inbound marketing, que ao invés de tentar vender um produto diretamente ao cliente, tem o intuito de oferecer um material gratuitamente e inserir o lead em um funil onde ele receberá conteúdos e e-mails através de uma automação.

Deste modo, o que antes era um objetivo por vendas, agora você terá o objetivo de captação de leads.

Esta ação tende a ser mais eficaz uma vez que o custo por lead tende a ser mais barato e fazendo um bom trabalho com inbound marketing, seus resultados tendem a ser relevantes.

Tente vender para quem já conhece sua marca

Caso você queira vender um produto ou serviço através de um anúncio no Facebook ADS, priorize veicular estes anúncios para pessoas através de retargeting. Desta forma, você vai alcançar pessoas que já interagiram com seu negócio e por isso já conhecem sua marca.

Anúncios de retargeting tendem a ser mais eficazes e trazem um maior número de conversão

Conclusão

O Facebook ADS é uma ferramenta democrática e bastante eficaz quando pensamos em tráfego, leads e vendas, mas seu maior desafio será adequa-la ao seu negócio e otimizar suas campanhas para que seu aproveitamento seja o melhor possível com os melhores resultados para seu negócio.

Ajustando frequentemente seus anúncios na busca contínua por um bom desempenho, você terá visível evolução nos resultados do seu negócio.

Felipe Cardozo

Felipe Cardozo

Felipe Cardozo é fundador e professor do MX Cursos. Também é publicitário e criador do MX Masters e Video Aulas Brasil, ama tecnologia e como filho de pais professores, não poderia deixar de ser: Compartilha imediatamente tudo que aprende!

Clube de Cursos

Conheça nosso Clube de Cursos e potencialize suas habilidades em Produção e Edição de Vídeos, Design, Marketing Digital, Programaço, WordPress, 3D e Modelagem, Motion Graphics e muito mais!

CONHEÇA O CLUBE

Your Header Sidebar area is currently empty. Hurry up and add some widgets.