Blog do MX Cursos

Diferenças entre Rede de Pesquisa e Rede de Display do Google Ads

Diferenças entre Rede de Pesquisa e Rede de Display do Google Ads
Diferenças entre Rede de Pesquisa e Rede de Display do Google Ads
5 (100%) 1 voto[s]

Quem começa a anunciar no Google Ads, pode ter dúvidas sobre o que é as diferenças entre Rede de Pesquisa e Rede de Display do Google Ads, assim como questionar qual das duas é melhor para cada tipo de negócio.

Pensando em esclarecer essas e outras questões, preparei este guia completo para ajudá-lo a entender as características e as vantagens de cada um desses canais.

Confira!

Rede de Pesquisa

Como o próprio nome deixe claro, a Rede de Pesquisa é composta pelos resultados de busca do Google e de sites parceiros da plataforma. Nela, os anúncios são exibidos em áreas de destaque, normalmente, nas 4 primeiras posições, no topo, e, para as palavras-chave de alta concorrência, também nas 3 últimas posições do rodapé.

Diferenças entre Rede de Pesquisa e a Rede de Display do Google Ads - Rede de Pesquisa

Bom, além do próprio Google, o Google Play e o Google Shopping também fazem parte da Rede de Pesquisa, assim como os resultados de busca de grandes portais como UOL, Terra e também de sites menores que contam com mecanismos internos de busca e fazem parte da rede de afiliados do Google, isto é, o Google AdSense.

Dito isso, percebe-se que, uma das principais vantagens de anunciar na Rede de Pesquisa é que os anúncios serão exibidos para pessoas verdadeiramente interessadas, ou seja, que estão pesquisando informações sobre determinados serviços e produtos – o que aumenta as suas chances de receber um clique.

Rede de Display

Pois bem, já a Rede de Display é composta por milhares de sites de diversos segmentos e também sites específicos do Google, como o Gmail, o Blogger e o YouTube. Além disso, a rede inclui também sites e aplicativos para dispositivos móveis.

CURSOS GRÁTIS DE MARKETING: Curso de Marketing Digital 100% Gratuito e em Vídeo Aulas. Inicie seus estudos agora mesmo e desenvolva suas habilidades neste poderoso segmento do mercado digital. Acesse aqui e inicie seu curso gratuitamente. Início imediato e online.

Diferenças entre Rede de Pesquisa e a Rede de Display do Google Ads - Rede de Display

Ao exibir seus anúncios na Rede de Display, então, você poderá alcançar um grande número de clientes em potencial, com vários interesses e em momentos diferentes no ciclo de compra.

Além disso, seu anúncio pode ser veiculado em diversos formatos, como texto, gráfico, em vídeo ou rich media, isto é, que mescla tipos de anúncios interativos, incluindo HTML5, Flash e outros.

Bom, para exemplificar, vamos imaginar a seguinte situação: um universitário realizou algumas pesquisas sobre normas para a formatação de TCCs, segundo a ABNT, e encontrou, por meio do Google, um blog com várias dicas. Além disso, nele havia um banner de uma empresa de Assessoria Acadêmica, disponibilizado por meio do Google Ads, que oferecia uma promoção para formatar monografias com 15% de desconto.

Dado o contexto, esse anúncio tem grandes chances de converter, justamente pelo momento da jornada de compra no qual o usuário se encontra, concorda?

Dica quente: Conheça nosso recém lançado curso de Google Ads  e potencialize suas estratégias de mídia paga.

Vantagens de anunciar com o Google Ads

Bom, além do que já foi dito, outra vantagem das redes do Google é a possibilidade de selecionar, de forma detalhada, os assuntos das páginas ou sites em que os anúncios serão exibidos e para qual público-alvo.

Assim, vale ressaltar que, a Rede de Display permite:

  • Criar todos os tipos de anúncios, sejam eles textuais, gráficos, interativos e em vídeos;
  • Colocar esses anúncios em sites que sejam relevantes para o produto e/ou serviço que será vendido;
  • Exibir os anúncios para pessoas que provavelmente já estão ou ficarão interessadas;
  • Gerenciar e acompanhar seu orçamento, campanhas e resultados durante todo o processo, assim como também é feito na Rede de Pesquisa.

Formatos de anúncios para o Google Ads

Cada anúncio criado no Google Ads exige um formato específico para performar adequadamente. Assim, confira as principais medidas e não deixe de favoritas este post para ter essas informações sempre à mão! 😉

  • Cabeçalho: 728 x 90 pixels
  • Banner padrão: 468 x 60 pixels
  • Quadrado pequeno: 200 x 200 pixels
  • Quadrado grande: 250 x 250 pixels
  • Retângulo pequeno: 300 x 250 pixels
  • Retângulo grande: 336 x 280 pixels
  • Arranha-céu: 120 x 600 pixels
  • Arranha-céu largo: 160 x 600 pixels
  • YouTube Ads

Bom, como você já deve saber, todos os dias, diversos usuários assistem a mais de seis bilhões de horas em vídeos! São pessoas procurando entretenimento, informações, dicas e soluções para alguns problemas, certo?

Formatos de anúncios para o Google Ads

Assim, não é à toa que o YouTube se tornou o segundo maior buscador online, ficando atrás apenas do próprio Google. Pois bem, mas como o gigante dos vídeos pertence ao Google e possui um número absurdo de visitas, ele não poderia ficar de fora da Rede de Display do Ads, né?

Assim sendo, é possível exibir diversos formatos de anúncios dentro do YouTube, decidindo, inclusive, onde e quando um anúncio em vídeo será veiculado e determinando uma audiência específica para vê-la – formada por diversos clientes em potencial!

Google Shopping

Pois bem, outra incrível possibilidade do Google Ads são os anúncios para o Google Shopping – opção ideal para quem tem um e-commerce.

Google Shopping

Assim, com esse formato é possível criar campanhas para promover os seus produtos, intensificar o tráfego para o seu site ou lojas físicas e ainda gerar leads mais qualificados.

Para anunciar nesta rede, é necessário enviar os dados dos produtos para o Google Merchant Center, utilizando um feed de dados em arquivo xml – normalmente, um arquivo de Excel contendo todas as especificações sobre os produtos, preços e imagens.

Em seguida, você deve criar uma campanha no Google Ads, utilizando as informações do feed de produtos para determinar como e onde os seus anúncios serão exibidos.

Dica: nesse formato, os anúncios não utilizam palavras-chave na segmentação, mas sim as informações do feed. Assim, o Google irá relacioná-las com o que as pessoas estão buscando. Sensacional, né?

Pois bem, depois que as informações tenham sido computadas, a plataforma criará anúncios dinamicamente e que serão exibidos na Rede de Pesquisa do Google e em toda a Rede de Display, ou seja, onde todos os clientes em potencial poderão ver os seus produtos.

Mais aqui vai uma informação importante… Esses anúncios de produtos diferem-se dos simples anúncios de texto, porque exibem uma foto do produto, além de um título, o preço, o nome da loja e outras informações relevantes.

Dessa forma, esse formato dá às pessoas uma boa noção sobre o produto vendido antes de clicarem. Logo, o resultado da soma dessas informações são cliques direcionados e leads mais qualificados, afinal, os futuros clientes já têm todos os detalhes que precisam para avaliar se realmente tem interesse ou não pelo seu produto.

Dica: Conheça nossos cursos de Inbound Marketing e Marketing de Conteúdo e potencializa suas estratégias digitais. Se quiser uma gama mais ampla de cursos de Marketing Digital, conheça todos eles clicando neste link.

Campanhas para aplicativos móveis

Se sua marca possui um aplicativo, o Google Ads tem diversas possibilidades para fazer com que as pessoas façam download ou interajam com ele. Assim, você pode criar anúncios para incentivar a instalação do seu app tanto na Rede de Pesquisa, quanto na Rede de Display e até no YouTube.

Campanhas para aplicativos móveis

Outro objetivo possível são as campanhas universais para aplicativos, formato no qual você poderá divulgar uma campanha no Google Play, na Pesquisa do Google, no YouTube e em outros aplicativos para dispositivos móveis que vão levar as pessoas à listagem do seu app na Play Store.

Por fim, seu negócio ainda pode se beneficiar com as campanhas de engajamento com aplicativos, de maneira que seja possível encontrar pessoas com real interesse no conteúdo do seu app ou fazer com que quem já instalou seu aplicativo volte a usá-lo novamente. Muito interessante, né?

E aí, curtiu as dicas e quer saber mais sobre essa potente plataforma de anúncios? Então não deixe de fazer o nosso curso de Google Ads Básico! 😉

Jessica Schinaider

Jessica Schinaider

Literata por formação e Publicitária por vocação, trabalho com Marketing Digital há mais de 5 anos na Região Serrana - RJ, atuando como Revisora, Gerente de Conteúdo e Social Media. Atualmente, também é professora de Marketing Digital do MX Cursos.

Clube de Cursos

Conheça nosso Clube de Cursos e potencialize suas habilidades em Produção e Edição de Vídeos, Design, Marketing Digital, Programaço, WordPress, 3D e Modelagem, Motion Graphics e muito mais!

CONHEÇA O CLUBE

Your Header Sidebar area is currently empty. Hurry up and add some widgets.