MX Cursos

Como o Google posiciona os anúncios?

Como o Google posiciona os anúncios?

Compreender como o Google posiciona os anúncios é de suma importância para aumentar as chances de conseguir bons resultados em suas campanhas. Logo, para entender esse rankeamento, é importante saber que, toda vez que alguém realiza uma pesquisa no Google, o Ads realizará um leilão pelas palavras-chave pesquisadas.

Assim, esse processo determinará quais anúncios serão exibidos para tal pesquisa e em que ordem eles serão exibidos no resultado da busca. Dentro desse contexto, então, sempre que um anúncio estiver qualificado para ser exibido em uma pesquisa, ele passará por esse leilão de anúncios.

No entanto, é importante ter em mente que o leilão do Google Ads não é semelhante aos convencionais, nos quais quem dá o maior lance ganha. Assim, para ajuda-lo a entender essa e outras particularidades da maior plataforma de anúncios da atualidade, preparei este guia sobre Rankeamento no Google Ads. Boa leitura!

Como se dá o rankeamento de anúncios do Google?

Dentro da plataforma de anúncios do Google, isto é, o Google Ads, seus anúncios serão analisados junto aos de outros anunciantes com base na sua classificação, que é chamada de Ad Rank, métrica determinada de acordo com o lance máximo do chamado Custo por Clique (CPC) e do Índice de Qualidade (Í.Q.).

Isso significa que, caso o seu I.Q seja maior do que o índice de outro anunciante, logo abaixo de você, sua classificação poderá ser maior, mesmo se o lance dele for superior ao seu.

Ficou confuso? Então vamos detalhar esse processo um pouquinho mais para facilitar o entendimento:

  1. Quando alguém faz uma pesquisa no Google, o sistema do Ads vai buscar por todos os anúncios cujas palavras-chave são correspondentes à busca em questão;
  2. A partir desses anúncios, a plataforma vai desconsiderar todos aqueles que não são qualificados, isto é, os anúncios não aprovados ou que foram criados com uma segmentação diferente, de maneira que o usuário que fez a busca não se encaixe nela;
  3. Entre os anúncios que sobraram, então, apenas aqueles com uma classificação alta poderão ser mostrados. Lembrando que a classificação de um anúncio nada mais é do que a combinação do seu lance com o seu Índice de Qualidade, ok?

Assim sendo, o processo de rankeamento do Google Ads é bem justo, pois, graças ao Índice de Qualidade, mesmo que os lances dos seus concorrentes sejam maiores do que os seus, o anúncio do seu negócio ainda poderá conquistar uma posição de maior destaque por um preço menor e utilizando a palavra-chave concorrida.

Esse processo é um pouco semelhante ao Facebook Ads, que assim como o Google Ads, possui um indicador chamado “Pontuação de Relevância”.

Nossos cursos online relacionados a este post

Quer entender melhor sobre pontuação de relevância e Facebook Ads? Leia esses posts abaixo:

Dica: Como esse leilão é refeito a cada nova pesquisa no Google, os resultados apresentados podem ser diferentes. Logo, não se assuste se o seu anúncio mudar de posição ao longo de sua veiculação.

 O que é o Índice de Qualidade do Google?

Bom, como dito anteriormente, o Índice de Qualidade foi criado para que o Ads seja justo com anunciantes que oferecem conteúdos realmente relevantes para as pessoas.

 O que é o Índice de Qualidade do Google?

Assim, essa métrica refere-se a uma pressuposição da qualidade das palavras-chave utilizadas, dos anúncios em si e da sua página de destino ou Landing Page.

Bom, quanto mais relevantes forem os seus anúncios e as suas páginas de destino, maior será a sua chance de obter um bom Índice de Qualidade no Google Ads. Ao conseguir esse feito, você poderá aproveitar vantagens como uma posição mais alta ou um CPC menor. Bacana, né?

Pois bem, mas como obter um bom Índice de Qualidade? A resposta é simples: compreendendo seus componentes!

Componentes do Índice de Qualidade do Google Ads

1. Click-through rate | Taxa de Cliques (CTR)

Bom, para determinar o Índice de Qualidade, o Google vai medir o CTR da palavra-chave que disparou o anúncio, com base na quantidade de vezes que o anúncio recebeu cliques, dividido esse valor pelo número de vezes que o anúncio foi exibido para algum usuário (impressões).

Dito isso, vale ressaltar que, segundo os especialistas da área, o CTR é o fator com maior influência sobre o Índice de Qualidade do Google. Assim sendo, podemos afirmar que, se um anúncio contabilizar um grande número de cliques em relação aos concorrentes, significa que ele é muito mais relevante que os outros. Faz sentido, né?

2. Relevância do anúncio

Pois bem, a relevância do anúncio faz referência ao valor que as palavras-chave têm em relação à mensagem do anúncio. Dessa forma, para exemplificar, imagine que um usuário faz uma pesquisa no Google com um determinado termo e se depara com um anúncio que corresponde às suas expectativas, visto que ele mostrava a palavra-chave pesquisada e uma boa gama de informações sobre o que foi pesquisado. Pois bem, segundo o Google, um anúncio que conta com essas características possui relevância.

Dica: No Google Ads existem três status de relevância: acima da média, na média ou abaixo da média. Como o nome deixa claro, um status na média ou acima dela demonstra que a relevância do anúncio, em relação à palavra-chave e em comparação a todos os outros termos pesquisados, está boa. Entretanto, um status abaixo da média está sinalizando que as suas palavras-chave ou o seu anúncio precisam ser revistos, pois não estão claros para o mecanismo de busca.  Logo, não terão o desempenho esperado. Assim, a dica é rever cada etapa e buscar opções para corrigir esses possíveis erros.

3. Landing Pages (Páginas de destino)

Também conhecidas como Landing Pages, as páginas de destino possuem extrema importância no Índice de Qualidade dos seus anúncios e, segundo os maiores especialistas da área, esse peso vem se tornando cada vez maior na avaliação do Google – principalmente em virtude do aumento do uso de dispositivos móveis para acessar a internet e da crescente demanda por uma usabilidade melhor nesse formato.

Assim, é importante ter em mente que, quando uma pessoa acessa uma determinada página na web, a partir de um anúncio, ela tem uma expectativa, certo? Logo, se a perspectiva não é alcançada, provavelmente ela voltará ao buscador realizará outra pesquisa – o que acabará levando-a para outro site.

Pois bem, esse processo é chamado pelo Google de “Experiência na página de destino” e faz referência à “opinião” que a plataforma de anúncios tem sobre o nível de satisfação – ou não – do usuário em relação à sua página.

Assim sendo, na hora de criar seus anúncios, não se esqueça de dedicar um bom tempo para criar uma Landing Page atraente, intuitiva e eficiente.

Bom, e para fechar esse assunto, saiba que a experiência do usuário em relação ao seu anúncio e ao seu site também exerce influência sobre a classificação do seu negócio no rankeamento e sobre os gastos que você terá para anunciar.

E por falar nisso, aposto que você já deve ter se questionado: como o Google calcula o valor do CPC? Pois bem, confira a resposta a seguir!

Como é feito o cálculo do CPC nos anúncios do Google?

Para entender como o Google relaciona os fatores descritos anteriormente para gerar o custo real que será cobrado pelo seu anúncio, vamos imaginar a seguinte situação:

Como o google posiciona os anúncios - CPC

Os anunciantes A, B, C e D estão todos anunciando no Google Ads e utilizando o mesmo lance, isto é, um CPC máximo de R$ 2,00. De acordo com o nosso exemplo, o anunciante A está na primeira posição, pois possui a melhor classificação (Ad Rank), seguido pelo anunciante B.

Como o lance de ambos é o mesmo, isto é, R$ 2, o Ads utilizará a seguinte conta para definir o real CPC para o anunciante A:

CPC Real

Assim, temos o seguinte: 10 dividido por 9 é igual a um custo de R$ 1,10. Dessa forma, então, podemos afirmar que, mesmo que o lance dos concorrentes sejam iguais, apenas o anunciante que possuir o melhor Índice de Qualidade será beneficiado com um CPC mais em conta. Genial não é?

Bom, agora que você já aprendeu como o Google posiciona os anúncios, diga pra nós o que você achou ou se tem alguma dúvida.

Deixe seu comentário e vamos bater um papo.

Até a próxima!

Clube de Cursos Clube de Cursos

Conheça nosso Clube de Cursos e potencialize suas habilidades em Produção e Edição de Vídeos, Design, Marketing Digital, Programaço, WordPress, 3D e Modelagem, Motion Graphics e muito mais!

CONHEÇA O CLUBE