Blog do MX Cursos

Behance vs Site: qual é o melhor jeito de mostrar seu portfólio?

Behance vs Site: qual é o melhor jeito de mostrar seu portfólio?
Avaliar post

Já dizia Diumbanda, vocalista da Cia do Pagode: “tudo que é bonito, é pra se mostrar”. E quando o assunto é o portfólio de um web designer, aí que esse conselho faz mais sentido ainda. Mas qual é melhor jeito de mostrar o portfólio na internet? Em um site ou em um Behance da vida?

Pois é exatamente isso que vamos responder neste post. Quer saber mais? Então continue a leitura!

Behance: o Facebook (ou LinkedIn) dos designers

BehancePrimeiro um pouco de história: lançado em 2006 pelo norte-americano Scott Belsky (um sujeito que hoje é VP de produtos da Adobe e investidor de algumas empresas bem conhecidas como Uber, Pinterest e Periscope), o Behance surgiu para ser um espaço em que os designers poderiam publicar seus trabalhos e, de quebra, ainda fazer networking com outros profissionais. Ou seja: era para o projeto ser uma mistura de Facebook com LinkedIn para os designers — só que o projeto cresceu e hoje ele é bem mais do que isso.

Em 2012, o Behance foi comprado pela Adobe e atualmente ele abriga também trabalhos de fotógrafos, jornalistas e até mesmo arquitetos, ainda que seu foco principal seja, de fato, o trabalho dos designers.

Quando usar o Behance?

O Behance pode ser uma boa ferramenta para mostrar o portfólio tanto para quem já conta com um site próprio quanto para quem ainda não marca presença na internet. Afinal, como essa plataforma tem todo um lado social, ali é um excelente caminho para divulgar seu trabalho para mais pessoas e até mesmo receber alguns feedbacks de quem realmente entende do assunto.

Outro ponto a favor do Behance é que o site conta com um grupo de curadores que diariamente escolhem os trabalhos mais relevantes de cada área para receber uma espécie de selo de aprovação — algo que ficaria lindo em qualquer currículo!

Os primos do Behance

Agora vale dizer também o seguinte: nem só de Behance vive a internet dos designers. Existem outros projetos com ideias similares, em que é possível promover seus trabalhos.

Dribbble

Apesar de hoje o Dribbble — que não tem nada a ver com jogadas de futebol — parecer bastante com o Behance, sua ideia principal é a de promover apenas alguns pedaços de um projeto que você esteja realizando.

Dica do redator: Quer se especializar ou potencializar suas habilidades em Softwares como Photoshop, Illustrator, InDesign, Lightroom, Krita, entre outros? Conheça todos nossos Cursos Online de Design Gráfico em Vídeo Aulas.

Cargo

Também focado para a publicação de portfólios, o Cargo Collective se diferencia dos concorrentes por fornecer não apenas um perfil para os usuários, mas alguns templates para que o designer possa criar a sua página pessoal como quiser, tanto dentro quanto fora da plataforma.

Krop

Um pouquinho mais velho que o próprio Behance, o Krop (de 2005) já serve mais como uma espécie de ponte entre os melhores designers e algumas empresas que estejam atrás desses profissionais.

Por último, mas não menos importante, vale ainda uma última dica por aqui: antes de escolher a sua plataforma favorita de portfólio na web, não deixe de dar uma olhada neste post, em que mostramos como criar um portfólio das suas criações.

O bom e velho site

Mas, e os sites? Eles também têm seu lugar na hora de montar um bom portfólio na internet.

Apesar de plataformas como o Behance oferecerem um espaço gratuito para a divulgação dos trabalhos e ainda ajudar com o networking, o fato é que não existe nada mais profissional do que ter um bom site na web — e existem alguns motivos para a gente falar isso:

  1. Quando você cria o seu site você tem mais liberdade de fazer o que quiser.
  2. Você pode ter um blog dentro do site, escrever sobre o universo em que trabalha e, assim, tornar-se referência no assunto.
  3. Quando você registrar um domínio com o seu nome, você também pode ter um e-mail profissional com seu nome
  4. No site, você pode mostrar seu conhecimento em outras ferramentas e áreas — como programação, UX e UI, por exemplo.

Descobriu qual é o melhor jeito de mostrar o portfólio na web? Então que tal escolher os seus melhores trabalhos e dar aquele tchan no seu portifa digital?

Ah, quer mais algumas dicas? Então confira este post e saiba o que é personal branding (e por que todo designer precisa disso)!

Felipe Cardozo

Felipe Cardozo

Felipe Cardozo é fundador e professor do MX Cursos. Também é publicitário e criador do MX Masters e Video Aulas Brasil, ama tecnologia e como filho de pais professores, não poderia deixar de ser: Compartilha imediatamente tudo que aprende!

Clube de Cursos

Conheça nosso Clube de Cursos e potencialize suas habilidades em Produção e Edição de Vídeos, Design, Marketing Digital, Programaço, WordPress, 3D e Modelagem, Motion Graphics e muito mais!

CONHEÇA O CLUBE

Your Header Sidebar area is currently empty. Hurry up and add some widgets.