Blog do MX Cursos

Be-a-bá: 5 linguagens para começar a programar e fazer algo incrível

Be-a-bá: 5 linguagens para começar a programar e fazer algo incrível

O berço da linguagem humana remonta a milênios atrás, quando as pinturas rupestres coloriam cavernas com significados diversos.

Hoje em dia, além de existir centenas de idiomas, convivemos com dialetos adequados às necessidades nascidas com a Era Digital: as linguagens de programação.

Suas aplicações vão muito além das combinações de sujeito e predicado. Para o iniciante, existem diversas linguagens para começar a programar. E tenha a certeza de que todo profissional da área tem uma preferida.

Por isso, queira você desenvolver aplicativos, queira desenvolver sites, entre outras possibilidades, reunimos neste post 5 linguagens para começar a programar de acordo com os seus objetivos. Confira!

1. C

Uma das linguagens de programação mais antigas, o C é tido como uma importante área de conhecimento quando o assunto é compreender os primórdios da programação.

Essa linguagem é a base ou inspiração para outras do mercado, como Java, PHP e Javascript. Além, é claro, do C# e do C++, essa última que está se estabelecendo como uma das principais linguagens para começar a programar jogos.

Afinal, o mundo dos games é indiscutivelmente um dos motivos mais populares que levam pessoas a se especializar em linguagens de programação.

E, quem pretende ingressar no mercado de games, o C++ é o sonho de consumo dos futuros profissionais.

Nossos cursos indicados

Não são poucos os exemplos de games que se comunicam a partir do DNA dessa linguagem, como Diablo, Battlefield, Civilization, entre tantos outros.

Acontece que o C++ não é o único elemento que vai colocar programadores à frente das melhores vagas do mercado, pois conhecimentos em API para gráficos (como o popular DirectX) e outros frameworks específicos da indústria se fazem necessários.

Mas, quando se pensa em uma linguagem com forte influência no mercado, para jogos, aplicativos, criação de sites ou sistemas operacionais, o C é o elemento em comum.

Aplicações dessa linguagem de programação

indicada para sistemas operacionais e hardwares (C); e navegadores, games e sistemas operacionais (C++).

2. Java

Programação com Java

Popular linguagem que recentemente reconquistou a liderança como o conceito de programação mais utilizado. E motivos para isso não faltam, afinal, o Java é mais conhecido por sua portabilidade com plataformas e dispositivos.

Consequentemente, a demanda do mercado de trabalho por especialistas em Java é cada vez maior, com mais ofertas e maiores salários também.

Agora, caso o seu interesse não seja aplicativos para celular, o Java pode ser considerado para o desenvolvimento de soluções para desktop e web. E, o melhor: entre as principais linguagens para começar a programar, ela não é das mais complexas.

Pode ser, portanto, um bom diferencial para iniciar sua especialização no vasto universo de programação.

Aplicações dessa linguagem de programação

Por ser tanto uma linguagem quanto uma plataforma de desenvolvimento, o Java pode ser considerado para uma série de aplicações, como desktop, celular (em sua maioria, para Android), web, televisão digital, entre outras possibilidades.

3. PHP e Python

O PHP já teve o seu apogeu entre as linguagens para programar sites — foi a opção mais econômica e utilizada na construção de páginas simples —, mas hoje vive à sombra da versatilidade do Python.

Leia também  Utilizando interface no PHP

Esse, por sua vez, não é complexo (ainda mais quando comparado com o PHP) e já se popularizou como a linguagem de programação mais acessível para iniciantes. Além de ser uma boa alternativa a se considerar para montar uma loja virtual.

Entre as redes sociais do momento, o Python é preferência. Como exemplo, podemos citar o YouTube, Spotify, Instagram e até mesmo o Netflix.

Já exemplos de PHP se destacam nas páginas da Wikipédia e em toda a estrutura da plataforma WordPress.

Vale considerar, portanto, quais são os seus objetivos antes de optar por uma — mesmo que escolha PHP, por exemplo, não exclua a possibilidade de especializar-se e aprofundar os conhecimentos em Python, e vice-versa.

Aplicações dessa linguagem de programação

Bastante utilizado em soluções web, com boa relação custo-benefício (PHP); e linguagem em script que tem sido considerada como a opção mais acessível para iniciantes, com foco na web também (Python).

4. Objective-C

Ainda que o seu foco seja aplicativos para smartphones, nem tudo deve se resumir à ferramenta mais popular, como é o caso do Java.

Afinal de contas, o Objective-C chegou ao mercado para bater de frente, justamente, com a popularidade do Java com o Android. Assim, caso o seu interesse seja desenvolver aplicações para a Apple, essa é a linguagem de programação para você.

Leve em conta, também, que a batalha Android x Apple aquece o setor. Por isso, muitos têm optado em aprender a linguagem de programação do Objective-C como alternativa à saturação de especialistas em Android que o mercado pode futuramente encontrar.

Vale acrescentar que ater-se às soluções da Apple não limita o conhecimento de quem aprender a mexer com o Objective-C. Pois, somado a todos dispositivos que funcionam com o sistema operacional iOS (como iPod, iPad e iPhone), essa linguagem de programação também é acessível a aplicativos para o Mac OS X.

Aplicações dessa linguagem de programação

Vale a pena considerá-la se o seu objetivo é se aproximar das soluções propostas pela Apple, uma vez que essa linguagem de programação é o elemento primário utilizado pela empresa.

5. C#

Por fim, como falamos em nichos de mercado, seria difícil falar em linguagens para começar a programar sem considerar o C#.

A princípio, esse foi o modelo primário da Microsoft e de aplicativos do seu sistema operacional (Windows). Entretanto, o C# tem recentemente aberto suas portas e pode ser considerado uma opção tão versátil quanto o Java (muitos dos seus detalhes são similares).

Aplicações dessa linguagem de programação

Utilizado em aplicações da Microsoft, mas com aplicações web (como a construção de sites) também, o que garante certa versatilidade a essa linguagem de programação.

Como você deve ter percebido, não existe uma linguagem de programação definitiva. O que existe são linguagens diversificadas, que focam em soluções para todos os tipos de plataformas e necessidades.

Assim, antes de escolher a dedo a mais popular ou a que ofereça mais vagas no mercado, procure se identificar com as aplicações de cada uma, a fim de definir com qual você pode desenvolver melhor as suas capacidades.

Vale apostar em cursos on-line de programação para se aprofundar e variar os seus conhecimentos na área, tornando-se um profissional ainda mais completo.

Agora, caso você já tenha se decidido pelas melhores linguagens para começar a programar, compartilhe, no campo de comentários deste post, o que levou você a essa conclusão!

QUER POTENCIALIZAR SUAS HABILIDADES EM SOFTWARES E SEGMENTOS DO PRESENTE E DO FUTURO?

CURSOS ONLINE