Blog do MX Cursos

As 6 melhores dicas de como usar o Adobe InDesign

As 6 melhores dicas de como usar o Adobe InDesign

O InDesign é o carro-chefe da Adobe quando falamos de editoração eletrônica e suas possibilidades são — basicamente — ilimitadas. Assim, gastamos um tempo que poderia ser mais bem aproveitado, uma vez que não conhecemos direito todos os recursos que o programa oferece.

Para contornar essa situação, acompanhe o post de hoje, pois vamos apresentar algumas dicas de como usar o Adobe InDesign da melhor forma e ser mais produtivo. Olha só:

Prepare seu arquivo primeiro

Ao clicar em “new document”, aparecerá uma janela para que você configure seu arquivo. Aproveite e já prepare seu documento a fim de ganhar tempo, selecionando se o material é para impressão ou para a web, tamanho e número de páginas, orientação do papel (retrato ou paisagem), número de colunas, margens e sangria.

Configure a página mestre

A página mestre é um dos principais recursos para otimizar seu tempo no InDesign, já que você pode configurar uma única vez informações que precisam estar em todo o layout — grid, cabeçalho, rodapé, número da página e títulos —, fazendo com que esses elementos apareçam automaticamente em múltiplas páginas. Para configurar, é só clicar duas vezes em “A-Master”.

Salve seu espaço de trabalho

IndesignOutro modo de otimizar seu tempo é personalizar seu espaço de trabalho (workspace) e salvá-lo. Assim, toda vez que abrir o programa, ele estará lá pronto para ser usado, sem a necessidade de ficar ativando as ferramentas novamente no menu “window”.

Quando terminar de selecionar suas janelas e de personalizar seu espaço, é só clicar na setinha ao lado do campo de busca no menu superior e escolher a opção “new workspace”.

Controle a hifenização

Muitas vezes, trabalhamos com textos justificados e precisamos ficar de olho na hifenização para manter a estética da diagramação. Neste caso, em vez de forçar a quebra da linha manualmente, é melhor automatizar o processo. Para tanto, é só usar os seguintes procedimentos:

  • Selecione a palavra e aplique o atributo “no break”, na janela “caractere”;
  • Em “discretionary hyphen”, adicione um hífen condicional na frente da palavra;
  • Inclua a palavra no dicionário do InDesign e aplique um ~ (til) na frente dela.

Justifique melhor o texto

Ainda sobre textos justificados, há uma maneira bem prática de melhorar a aparência deles com o objetivo de deixar sua diagramação ainda mais fluida. Para isso, acesse a categoria “justification”, na janela “paragraph” e aplique as configurações a seguir:

Nossos cursos indicados

  • Em “word spacing”: 80%, 100%, 120%;
  • Em “letter spacing”: -5 %, 0% , 5%;
  • E em “glyph scaling”: 98% , 100%, 102%.

Abuse dos atalhos

Muitas vezes, perdemos muito tempo indo e vindo na hora de selecionar as ferramentas. Sendo assim, para otimizar sua produtividade é recomendado que você utilize sempre os atalhos.

Entre os mais comuns estão: pressionar a barra de espaço para se locomover melhor no layout; “Ctrl + scroll do mouse” para dar zoom in e zoom out; e “Shift + w” para ativar o modo de visualização. Há uma variedade enorme de atalhos que ficaria inviável listar todos aqui. No entanto, você pode acessar esse link e conhecer os principais.

Como dissemos, o InDesign oferece infinitas possibilidades e, para conhecer todas elas, é fundamental que você faça um curso especializado — inclusive, no conforto da sua casa, por meio de uma plataforma online.

E aí, preparado para entrar nessa e saber como usar o Adobe InDesign como ninguém? Se ainda houver qualquer dúvida, não deixe de comentar!